Posted by: consulting27 | July 5, 2018

Pesquisa revela mudanças nas compras de hospedagem

Associação de Executivos de Viagens Corporativas (ACTE Global) divulgou sua pesquisa mais recente, atestada pela HRS, que aborda as práticas e a evolução da compras de hotéis. O estudo intitulado “A New Horizon in Hotel Sourcing”(ou “Um novo panorama no sourcing de hotéis”, em português) revelou a seguinte tendência: mais da metade (51%) dos programas mudaram sua abordagem para o “sourcing” de hotéis nos últimos três anos.

Influenciados por diversos fatores, incluindo o aumento das tarifas de hotéis, um mercado hoteleiro fragmentado e o tempo necessário para o sourcing de hotéis, 48% dos gestores de viagens que fizeram alguma mudança decidiram terceirizar parte, ou todas as aquisições de hotel para um provedor global de hospedagem ou para um especialista.

Outros pontos relevantes apontam para uma mudança em como as empresas que tem programas multinacionais, negociam com fornecedores de hotéis.

– Empresas que trabalham com um provedor global de hospedagem ou com uma consultoria relataram economia anual de 7%, enquanto as que trabalham com uma empresa de gerenciamento de viagens (TMC) relataram uma economia de 4% ao ano;

– Aproximadamente um em cada 10 programas (11%) relataram a implementação de “sourcing contínuo”, uma prática relativamente nova que faz o sourcing de hotéis por todo o ano, diferente da prática comum, realizada apenas durante o processo de RFP (normalmente ao final de cada ano). Essas empresas relataram mudanças positivas, inclusive uma melhora no “compliance”, satisfação dos viajantes, economia financeira e maior flexibilidade de portfólio;

– Uma das principais barreiras à adoção do sourcing contínuo é a falta de familiaridade com o assunto: 42% dos gestores de viagens que não implementaram esta funcionalidade não estão familiarizados com ela. Cerca de um terço (31%) menciona a falta de tempo ou de recursos;

– Um quinto dos executivos responsáveis por viagens relataram que não são informados das mudanças nos negócios que poderiam afetar seus programas de hotéis — por exemplo, a necessidade de crescimento em um novo mercado geográfico — a menos que ocorram durante a época de RFP. Isso sugere que, para os demais executivos que fazem o monitoramento ao longo do ano, o sourcing contínuo pode ajudar em uma tomada de ação mais rápida frente às alterações nos negócios.

“Vivemos em uma era com sobrecarga de informação e rupturas constantes, e não agir rapidamente frente ao desenvolvimento do mercado pode sair caro para os gestores de viagens, tanto em termos financeiros quanto de satisfação do viajante”, disse Greeley Koch, diretor executivo da ACTE. “Mais da metade dos primeiros a adotarem o sourcing contínuo relatou ter economizado, demonstrando como os gestores de viagens podem aproveitar práticas inovadoras para se posicionarem na vanguarda desse cenário de negócios em constante mudança, bem como tornarem-se líderes em suas organizações”.

 

http://www.revistahotelnews.com.br/portal/noticia.php?req_url=006&id_noticia=8046

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: